Teste do pezinho: quando deve ser feito?

Teste do pezinho: quando deve ser feito?

O que é o teste do pezinho?
O teste do pezinho, também chamado de triagem neonatal,  é um exame feito em recém-nascidos com a finalidade de identificar doenças infecciosas, metabólicas, congênitas ou genéticas. Geralmente o exame é feito na própria maternidade ou hospital onde o bebê nasceu.

Em geral, o teste do pezinho é feito recolhendo uma amostra de sangue do calcanhar do bebê. O motivo pelo qual a amostra é retirada do calcanhar deve-se ao fato de que há um fluxo sanguíneo maior nessa região, o faz a coleta ser mais fácil.

Após a coleta do teste do pezinho, o exame vai para o laboratório de triagem neonatal, juntamente com os dados de identificação da mãe, endereço e telefone para contato, assim como a identificação do posto de coleta.

Teste do pezinho quando fazer?
O teste do pezinho deve ser feito a partir do 3º dia de vida do bebê e normalmente é feito entre o 3º e o 6º dia, mas pode ser realizado até ao primeiro mês de vida do bebê.

Porque repetir o exame do pezinho?
É importante repetir o teste do pezinho porque vários motivos podem influenciar o resultado, como a alimentação do bebê, transfusão de sangue ou o uso de medicamentos como antibióticos e anticonvulsivantes. O teste do pezinho é muito importante para a saúde da criança, pois as doenças identificadas por meio desse exame não apresentam sintomas quando o bebê nasce.

Quais doenças são detectadas no teste do pezinho ?
As doenças que podem ser detectadas através do teste do pezinho são: fenilcetonúria, deficiência de biotinidase, hiperplasia adrenal congênita, fibrose cística, hipotireoidismo congênito, e anemia falciforme.

Quando levar as crianças a uma emergência?

Ainda não tem plano?

Preencha os campos e receba uma proposta sem compromisso.

Notícias