Atenção com as gengivas sensíveis

Atenção com as gengivas sensíveis

Gengivas sensíveis são um sinal de alerta para você redobrar os cuidados com a saúde bucal. Sintoma característico da gengivite, a inflamação da gengiva pode comprometer um ou mais dentes.

Os cuidados devem ser redobrados, poque a gengivite pode evoluir para a periodontite, uma forma mais grave da doença que compromete todos os tecidos ao redor do dente (periodonto) que promovem sua sustentação. Ela provoca reabsorção óssea, retração da gengiva e, consequentemente, mobilidade e perda dos dentes.

A periodontite é causada quando a gengivite não é tratada ou quando o seu tratamento é adiado. Os quadros infecciosos e inflamatórios passam das gengivas para os ligamentos e ossos que dão suporte aos dentes. A perda deste suporte faz com que os dentes fiquem soltos e acabem caindo.

A periodontite é a principal causa de perda de dentes em adultos. Esse problema não é comum na infância, mas aumenta durante a adolescência.

Sintomas

- Mau hálito

- Gengivas com aspecto vermelho vivo ou arroxeado

- Gengivas com aspecto brilhante

- Gengivas que sangram com facilidade (principalmente durante a escovação)

- Gengivas sensíveis ao toque, mas que não doem de outra forma

- Dentes soltos

- Gengivas inchadas

Tratamento

Os principais objetivos do tratamento da periodontite são reduzir a inflamação, eliminar os bolsos (se houver) e tratar as causas subjacentes. As superfícies ásperas dos dentes ou aparelhos odontológicos devem ser reparados se houver suspeita de que estejam facilitando a ocorrência da periodontite.

Um dos métodos para reverter a doença periodontal é a raspagem dos dentes. Sobre esse procedimento, vamos falar dos cuidados que devem ser tomados antes e depois da cirurgia.

Confira:

- Antes da cirurgia: antes de qualquer cirurgia de gengivas, você receberá um anestésico local para adormecer a zona. Além disso, o periodontista (ou higienista dental) limpará os dentes. O periodontista pode perguntar sobre qualquer medicamento e condições de saúde crônicas que possam causar impacto sobre a cirurgia.

- Durante a cirurgia: o cirurgião recolhe as gengivas para trás para formar um retalho, a fim de chegar ao tecido embaixo das gengivas. Elimina-se o tecido infectado por baixo e entre os dentes, e logo o cirurgião continua com a raspagem do dente e a escovação da raiz, para eliminar a placa e as bactérias por baixo da linha da gengiva. A raspagem e escovação também alisarão os pontos ásperos das raízes do dente, que poderiam favorecer a recorrência da doença das gengivas.

- Depois da cirurgia: o cirurgião colocará outra vez a gengiva em seu lugar mediante sutura. Os pontos de sutura podem ser solúveis, ou deverão ser retirados quando você retorne para a consulta de acompanhamento da cirurgia, entre sete a dez dias depois. O cirurgião também pode colocar um curativo cirúrgico especial denominado pacote periodontal, sobre o local afetado.

Prevenção

Para não ser submetido a esse procedimento, o melhor é investir na prevenção e cuidado com os dentes. Portanto, é importante fazer a limpeza dos dentes cuidadosamente e isso pode envolver o uso de vários instrumentos ou aparelhos para remover o acúmulo de placa e tártaro dos dentes.

A higiene oral rotineira, cuidadosa e caseira é necessária após a limpeza dentária profissional para impedir mais destruição. O dentista demonstrará melhores técnicas de escovação e ensinará o uso correto do fio dental. Recomenda-se que os pacientes com periodontite façam limpeza dentária profissional mais de duas vezes por ano.

Ainda não tem plano?

Preencha os campos e receba uma proposta sem compromisso.

Notícias